este espaço pode ser meu

Piadas que se fazem por elas próprias

Comemorou-se ontem o dia europeu sem carros e por cá a originalidade tomou conta das operações: fechou-se o acesso automóvel numa rua… onde não é permitida a circulação automóvel (excepto a moradores).
No aviso feito à população, o município agradece a compreensão, e eu acrescentaria “Nomeadamente àqueles que prevaricam diariamente e que hoje se vêm privados dessa prevaricação. Prometemos ser breves (isto vai ser das 10 às 18), e depois disso poderá retomar a prevaricação, até ao próximo dia europeu sem carros ou até instalarmos os prometidos pilaretes. Pedimos desculpa pelo incómodo”.

Quer ser o primeiro a receber o próximo artigo?

2 thoughts on “Piadas que se fazem por elas próprias”

  1. Irresolúvel. E quem levante objecção ao estacionamento e circulação ( ambos proibidos com farta sinalética ), leva logo com o labéu de não querer ” que as pessoas cá venham”, assumindo eu que as pessoas vindo cá e cagando para o código da estrada ( coisa que provavelmente de onde vêm não os deixam fazer ) é sinal de progresso e desenvolvimento.
    Interessante também, é a fiscalização selectiva da PSP, que só actua por “denúncia” ( segundo os próprios ), esquecendo provavelmente que a função primária que têm é a segurança das populações e o cumprimento da lei, de forma permanente, independentemente de ser Março ou Agosto, e que a não ser assim, constitui violação do dever de zelo a que estão obrigados legalmente.
    E quem mais devia pugnar pela aplicação da lei naquele caso concreto ( os comerciantes que lá têm estabelecimentos ), ao invés, abespinham-se quando, pontualmente acontece uma dessas operações “denunciadas”.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *